logo Eninter Portugal

Porque é que sentimos uma perda de equilíbrio quando andamos numa escada rolante avariada?

Índice

Já alguma vez utilizou uma escada rolante avariada? Existe uma ligação peculiar entre o movimento e o equilíbrioum fenómeno que provavelmente também já experimentou em algum momento do chamado “…”.Fenómeno das escadas rolantes avariadasO “subir” e o “descer” deste tipo de dispositivo deveria ser uma ação simples e quotidiana, embora devesse ser uma ação simples e quotidiana.

Se é um utilizador regular de escadas rolantes, tão comuns nos centros comerciais, provavelmente já se apercebeu de uma perda de equilíbrio e até de uma perda de concentração quando a escada rolante avariada pára devido a uma avaria técnica. Além disso, muitas pessoas sentem como se a escada rolante avariada as pudesse “apanhar” e, por isso, adaptam a velocidade dos seus passos e até a sua postura corporal mais para a frente, como se estivesse a funcionar.

Porque é que perco o equilíbrio numa escada rolante avariada?

Mas porque é que sentimos uma perda de equilíbrio quando andamos numa escada rolante avariada? Trata-se de um fenómeno que pode mesmo provocar tonturas e uma sensação estranha, apesar de se ter plena consciência de que a escada não se vai mover.

Na verdade, existe uma explicação para este facto, uma vez que está relacionado com um processo de“dissociação” que ocorre entre a chamada consciência e o controlo do cérebro sobre todas as nossas acções. Este facto foi descoberto em 2004 por Adolfo Bronstein e Richard Reynolds, neurocientistas britânicos da Imperial College London Medical School, em 2004.

Segundo estes cientistas, a maioria das pessoas já utilizou escadas rolantes em movimento e, por isso, o cérebro aprendeu a adaptar-se à perda de equilíbrio causada por esse movimento, mesmo quando é lento.

Mas o mais interessante é que, apesar de o indivíduo ter plena consciência de que a escada rolante avariada não está a andar, há uma parte do seu cérebro que continua a enviar sinais para as pernas e para o tronco, uma vez que se baseia na experiências passadas quando a escada estava a funcionar, gerando um “curto-circuito” entre o que a pessoa vê e o que o seu aparelho motor realmente faz.

Corroboração da hipótese

Assim, Bronstein e Reynolds decidiram corroborar a sua hipótese e construíram uma plataforma móvel, semelhante a uma escada rolante avariada, com uma velocidade de avanço de 1,2 m/s, e com 14 voluntários iniciaram a sua experiência.

Os voluntários foram primeiro convidados a caminhar sobre a plataforma estacionária e, em seguida, foram convidados a fazer o mesmo cerca de vinte vezes enquanto se deslocavam para a frente, observando-se que a velocidade do pé dos voluntários aumentava de 0,60 m/s para 0,90 m/s.

Uma vez concluída esta primeira fase, os voluntários foram avisados de que a plataforma iria parar de se mover e foi-lhes pedido que andassem novamente sobre ela, enquanto se faziam leituras da atividade eléctrica desenvolvida nos músculos envolvidos na ação.

Apesar do aviso, os voluntários caminharam rapidamente sobre a plataforma parada, mostrando um aumento evidente da atividade eléctrica nas pernas. Foi assim demonstrado que a velocidade de marcha era excessiva mesmo antes de um pé ser colocado em contacto com a plataforma, o que exclui uma resposta reflexa.

O cérebro, um centro de processamento de informação

De acordo com estes investigadores, o cérebro continuou a esperar que a plataforma estacionária se movesse, desencadeando uma ação automática mesmo quando a mente consciente tinha recebido uma confirmação fiável de que não haveria qualquer movimento mecânico.

Em suma, a partir deste fenómeno de perda de equilíbrio que sentimos ao andar numa escada rolante, podemos concluir que o cérebro é um centro de processamento de informação altamente complexo, intimamente ligado ao ambiente e às experiências vividas, que está para além da nossa capacidade primária de compreensão.

Novo apelo à ação

Partilhar este artigo

logo eninter

Manutenção de elevadores multimarcas

Há 51 anos que efectuamos a manutenção de elevadores de todas as marcas e modelos com uma garantia absoluta. Temos um preço competitivo e adaptamo-nos a qualquer tipo de cliente.

Novo apelo à ação

Publicações mais recentes

Peça-nos um orçamento

Indique-nos o serviço que pretende e nós apresentar-lhe-emos um orçamento personalizado.

Receber actualizações e notícias exclusivas

logo eninter

Consulta Gratuita

Expertos a tu Disposición

En Eninter, sabemos que cada cada proyecto tienen sus propias necesidades y desafíos. Por ello, ofrecemos una consulta gratuita para entender mejor tus requerimientos y ayudarte a encontrar la solución más adecuada para ti.

logo eninter

Presupuestos personalizados

De todos los servicios y productos de ENINTER

Dinos el servicio que estás buscando, déjanos tus datos, y te realizaremos un presupuesto a medida.

logo eninter

Consulta gratuita

Especialistas à sua disposição

Na Eninter, sabemos que cada projeto tem as suas próprias necessidades e desafios. É por isso que oferecemos uma consulta gratuita para compreender melhor as suas necessidades e ajudá-lo a encontrar a solução certa para si.

logo eninter

Citações personalizadas

De todos os serviços e produtos ENINTER

Diga-nos qual o serviço que procura, deixe-nos os seus dados e nós fornecer-lhe-emos um orçamento personalizado.