Logo Eninter
Manutenção Produtos e serviços Conheça a Eninter Oportunidades
Contactar con Eninter

Uma parte da minha vida


1P
Dámaso Martínez: Fundador Eninter

Dámaso Martínez: Fundador da Eninter

Nasci em 1949, na província de Cuenca com 700 habitantes, numa família de classe média da época, se se pode dizer desta forma. Éramos quatro irmãos. Após a Guerra Civil, onde o meu pai participou, ele perguntou-me se queria ir a Bercelona com ele porque lhe tinham dito que lá havia muito trabalho. Desta forma, cheguei a Barcelona com 12 anos.

Aos 14 anos comecei a trabajar numa empresa de elevadores. A empresa chamava-se SEIFERT Y BIENZOBAS e foi onde aprendi o know how por um bom encarregado, o Sr. Aguilar. Nessa época, o crescimento profissional era muito lento, mas após 1 ano e meio estava como ajudante de um técnico montando 2 elevadores na Calle Reina Victoria de Barcelona e fiquei doente. Pedi ao Sr. Aguilar para me deixar terminar o trabalho e, como confiava em mim, deu-me essa oportunidade. A partir daí, enviava-me a todos os projectos complexos que se vendiam e, por exemplo, com 16 anos fui enviado para Maiorca sozinho. Trabalhava 10 horas por dia de segunda a domingo para ganhar mais dinero. E, obviamente, aprendi muito rapidamente. Dava-me bem, gostava e tratavam-me bem.

SEIFERT Y BIENZOBAS foi adquirida no final dos anos 70 pela Compañía Internacional de Elevadores (Elinter) e posteriormente por Zardoya, empresa do País Basco que anos mais tarde foi adquirida pela Otis.

R/C

Naquele tempo havia muito trabalho. Recordo que nos enviaram ao Barrio de la Mina para montar 130 elevadores, dos quais a minha equipa com 3 técnicos montou cerca de 70. Cada semana finalizávamos 2 unidades. O salário de um oficial de primeira era de 4.000 pesetas por mês (24€ para os jovens) e eu ganhava 30.000 ou 60.000 pesetas mensais (180 €-260 €) graças aos prémios.

Em Espanha tínhamos a ditadura de Franco e era obrigatório o serviço militar, onde se passava 1 ano de instrução completamente desligado da vida normal.

Ao voltar do serviço militar, os acontecimentos que marcaram o resto da minha vida: casei-me com a minha esposa Rosa Mari, que me acompanha toda a vida e fundei a empresa juntamente com três técnicos, um engenheiro e a minha esposa. Estávamos em 1973 e eu tinha 24 anos. Estava muito agradecido às pessoas que me tinham ensinado o ofício e que me tinham permitido prosperar. Como o nome da empresa desapareceu com a fusão, decidimos em forma de homenagem colocar o nome de Eninter, colocando o "n" em vez do "l" porque nos soava melhor. Estávamos num local de 40 metros na Cornellá de Llobregat, na periferia de Barcelona. O nosso trabalho era como montadores autónomos para diferentes clientes, entre os quais se destacava Boetticher e Navarro, que posteriormente foi absorvida pela multinacional alemã Thyssenkrupp.

A experiência de sócios durou pouco e, ao fim de um ano, comprei por 750.000 pesetas a participação dos outros sócios e fiquei com a minha esposa como proprietários da empresa. Nessa época não se dava qualquer importância ao contrato de manutenção. Era necessário ter novas equipas. Vi uma oportunidade de negócio na manutenção, pois era seguro e seria para sempre. Por isso, lancei-me a isso. O meu horário era das 6:00 da manhã às 14:00 montando elevadores e à tarde dedicava-me à manutenção e a partir das 20:00 ia vender porta a porta.

Em 1976 comprámos a primeira empresa, Ascensores Gema, com 50 elevadores em manutenção. Atualmente levamos mais de 60 aquisições.

Em 1983 já conservávamos 500 elevadores em Barcelona e recebemos a única oferta de compra da empresaaté hoje apresentada. Foi de uma multinacional finlandesa chamada Kone. Na escuridão da noite, a minha esposa e eu escrevemos num papel a decisão: Sim ou Não.

Já sabem a resposta.

Atualmente os meus filhos e um bom grupo de pessoas gerem a empresa com a minha assessoria e experiência. Para a minha esposa e para mim, a empresa é parte da nossa alma.

Chegámos até aqui...por agora.

Dámaso Martínez: Fundador da Eninter

O nosso site utiliza cookies de terceiros para gerir o portal, recolher informação sobre a utilização do mesmo, melhorar os nossos serviços e mostrar-lhe publicidade relacionada com as suas preferências mediante a análise da sua navegação. política de cookies.